Eosphoros - Eosphoros


Com edição para Outubro através da Iron Bonehead o primeiro album dos norte americanos Eosphoros tem tudo para se tornar num dos albuns de USBM mais marcantes deste ano, pelo menos dentro do universo mais extremo e porque não escreve-lo mais cascadiano do genero, seja lá o que isso signifique actualmente..a banda após uma limitada demo de pouco mais de 100 unidades reergue-se novamente e de uma forma ligeiramente diferente aprofunda um pouco mais o seu estilo e acrescenta curtas "nuances" que nos transportam para uma sonoridade que acaba por ser uma especie de invocação sonora de alguns nomes que no passado tão bem exploravam aquela aura florestal e nocturna e que hoje em dia segue um pouco á margem..um bom exemplo disso são os seis minutos da "Solitude" onde esse lado ritualista vem ao de cima e atua como uma especie de "respirar profundo" no meio de toda esta sonoridade algo (porque não dize-lo) mistica..e que logo nos atira para aquele que é o grande momento do album, a fantastica "Sylvan Apotheosis" onde ao longo de dez minutos a banda de Portland consegue recriar e transformar algum do Post Black Metal mais extremo atual configurando-lhe uma forma mais europeia, residindo ai um dos pontos mais fortes do album.
De Weakling, passando por Ash Borer e acabando nuns Ultha ou Sun Worship a banda ou projeto (já que junta musicos e ex musicos de Triumvir Foul, Shrine Of The Serpent e Shroud Of The Heretic) consegue acima de tudo criar aquela envolvência necessária para que o album nos consiga agarrar logo de inicio, e isso é como é obvio meio caminho andado para que algo funcione...pelo menos falando no meu caso.
Fica aqui o primeiro avanço do album a quem interessar...


Medicação 2017


“That is not dead which can eternal lie,
And with strange aeons even death may die.”

See you soon...


Best Albuns 2017:

1 - DSKNT - PhSPHR Entropy
2 - Leucosis - Liminal
3 - Inferno - Gnosis Kardias (Of Transcension and Involution)
4 - Tchornobog - Tchornobog
5 - Blut Aus Nord - Deus Salutis Meæ
6 - Amenra - VI
7 - The Evil - The Evil
8 - Whoredom Rife - Dommedagskvad
9 - Father Befouled - Desolate Gods
10 - Cenotafio - La Fatídica Excrecencia De La Subtierra
11 - Selbst - Selbst
12 - Sortilegia -Sulphurous Temple
13 - Morbid Angel - Kingdoms Disdained
14 - Celeste - Infidèle(s)
15 - Demonomantic - Blessed in Eternal Cruelty
16 - Time Lurker - Time Lurker
17 - Sunrot - Sunnata
18 - Rebirth Of Nefast - Tabernaculum
19 - Bestia Arcana - Holókauston
20 - Totalitarian - De Arte Tragoediae Divinae


Best Ep's/Demos/Splits:

1 - Aversio Humanitatis - Longing for the Untold
2 - Panzerfaust - The Lucifer Principle
3 - Devouring Star - Antihedron
4 - Kenosis - Consecrationem
5 - Malefic Levitation - The Ancient Plague
6 - Arkhon Infaustus - Passing The Nekromanteion
7 - Cruciamentum - Paradise Envenomed
8 - Cosmic Void Ritual - Gateways Through Septic Flesh
9 - Drudkh / Paysage d'Hiver - Десь блукає журба (Somewhere Sadness Wanders) / Schnee (IV)
10 - Sinmara - Within The Weaves Of Infinity
11 - Celestial Corrosion - Untitled Demo MMXVI
12 - Funeral Chant - Funeral Chant
13 - Petrification - Summon Horrendous Destruction
14 - Nexion - Nexion
15 - I I/Lihhamon - Miasmal Coronation
16 - Sutekh Hexen/Hissing - Split
17 - Cosmic Church/Kêres - Lucifer Returns to Heaven
18 - Anachronism - Demo 2017
19 - Consummation - Ritual Severance
20 - Death like Mass - Jak zabija diabeł


Best Portuguese albuns:

1 - The Ominous Circle - Appalling Ascension
2 - Summon - Aesthetics of Demise
3 - Corpus Christii - Delusion
4 - Process of Guilt - Black Earth
5 - Epping Forest - LebaBVoid
6 - Holocausto em Chamas - Sermões da Montanha
7 - Flagellum Dei - Lord Diabolus Throne
8 - Wells Valley - The Orphic
9 - Annihilation - The Undivided Wholeness Of All Things
10 - Nethermancy - Magick Halls of Ascension
11 - Grog - Ablutionary Rituals
12 - Black Cilice - Banished From Time
13 - Dogma - Reditum
14 - Analepsy - Atrocities from Beyond
15 - Karseron - Nail Your God Down
16 - Vulpus - Certitude
17 - Irae - Crimes Against Humanity
18 - Tod Huetet Uebel - Nada
19 - Moonspell - 1755
20 - Sacred Sin - Grotesque Destructo Art

Corpus Christii - Delusion


Aqui há uns tempos coloquei um post (na minha pagina pessoal do Facebook) meio sarcastico/ironico sobre uma critica ao novo album de Corpus Christii que vinha numa certa revista portuguesa de Metal.
A coisa era tão elogiosa que dava a ideia de "palmadinha nas costas" como tantas vezes acontece no nosso meio (se isso aconteceu ou não, tambem não interessa para o caso nem me diz respeito muito sinceramente)...pois bem depois de me ter massacrado com ele nos ultimos dias, realmente o "Delusion" vai um pouco além do simples album de Black Metal moderno, de modas ou merdas...é um album de musica extrema bastante competente que percorre as mais variadas influencias e que acaba por retratar aquilo que foi/é CC dos ultimos anos sem pedir favores a ninguem.
Notam-se aproximações liturgicas e afastamentos instrumentais ao longo do album e é aqui que reside a alma do album...uma abrangência sonora que por vezes faz tanta falta a muito album e que aqui soa de uma forma tão honesta quanto possivel...esqueçam a copia do "Panzerfaust" que foi o "PaleMoon" esqueçam até mesmo o "Luciferian", porque o que vão ouvir mesmo não sendo perfeito está realmente acima da média...mesmo com aquela especie de rip off de Emperor num dos riffs da "Carrier of Black Holes" ou em momentos demasiados colados a alguns nomes suecos/polacos da atualidade..
Recomenda-se e destaco tambem a prestação vocal do NH que na minha opinião bate tudo o que fez até hoje!!

Premonições - Ails


Ex-musicos de Ludicra!