Medicação 2017


“That is not dead which can eternal lie,
And with strange aeons even death may die.”

See you soon...


Best Albuns 2017:

1 - DSKNT - PhSPHR Entropy
2 - Leucosis - Liminal
3 - Inferno - Gnosis Kardias (Of Transcension and Involution)
4 - Tchornobog - Tchornobog
5 - Blut Aus Nord - Deus Salutis Meæ
6 - Amenra - VI
7 - The Evil - The Evil
8 - Whoredom Rife - Dommedagskvad
9 - Father Befouled - Desolate Gods
10 - Cenotafio - La Fatídica Excrecencia De La Subtierra
11 - Selbst - Selbst
12 - Sortilegia -Sulphurous Temple
13 - Morbid Angel - Kingdoms Disdained
14 - Celeste - Infidèle(s)
15 - Demonomantic - Blessed in Eternal Cruelty
16 - Time Lurker - Time Lurker
17 - Sunrot - Sunnata
18 - Rebirth Of Nefast - Tabernaculum
19 - Bestia Arcana - Holókauston
20 - Totalitarian - De Arte Tragoediae Divinae


Best Ep's/Demos/Splits:

1 - Aversio Humanitatis - Longing for the Untold
2 - Panzerfaust - The Lucifer Principle
3 - Devouring Star - Antihedron
4 - Kenosis - Consecrationem
5 - Malefic Levitation - The Ancient Plague
6 - Arkhon Infaustus - Passing The Nekromanteion
7 - Cruciamentum - Paradise Envenomed
8 - Cosmic Void Ritual - Gateways Through Septic Flesh
9 - Drudkh / Paysage d'Hiver - Десь блукає журба (Somewhere Sadness Wanders) / Schnee (IV)
10 - Sinmara - Within The Weaves Of Infinity
11 - Celestial Corrosion - Untitled Demo MMXVI
12 - Funeral Chant - Funeral Chant
13 - Petrification - Summon Horrendous Destruction
14 - Nexion - Nexion
15 - I I/Lihhamon - Miasmal Coronation
16 - Sutekh Hexen/Hissing - Split
17 - Cosmic Church/Kêres - Lucifer Returns to Heaven
18 - Anachronism - Demo 2017
19 - Consummation - Ritual Severance
20 - Death like Mass - Jak zabija diabeł


Best Portuguese albuns:

1 - The Ominous Circle - Appalling Ascension
2 - Summon - Aesthetics of Demise
3 - Corpus Christii - Delusion
4 - Process of Guilt - Black Earth
5 - Epping Forest - LebaBVoid
6 - Holocausto em Chamas - Sermões da Montanha
7 - Flagellum Dei - Lord Diabolus Throne
8 - Wells Valley - The Orphic
9 - Annihilation - The Undivided Wholeness Of All Things
10 - Nethermancy - Magick Halls of Ascension
11 - Grog - Ablutionary Rituals
12 - Black Cilice - Banished From Time
13 - Dogma - Reditum
14 - Analepsy - Atrocities from Beyond
15 - Karseron - Nail Your God Down
16 - Vulpus - Certitude
17 - Irae - Crimes Against Humanity
18 - Tod Huetet Uebel - Nada
19 - Moonspell - 1755
20 - Sacred Sin - Grotesque Destructo Art

Corpus Christii - Delusion


Aqui há uns tempos coloquei um post (na minha pagina pessoal do Facebook) meio sarcastico/ironico sobre uma critica ao novo album de Corpus Christii que vinha numa certa revista portuguesa de Metal.
A coisa era tão elogiosa que dava a ideia de "palmadinha nas costas" como tantas vezes acontece no nosso meio (se isso aconteceu ou não, tambem não interessa para o caso nem me diz respeito muito sinceramente)...pois bem depois de me ter massacrado com ele nos ultimos dias, realmente o "Delusion" vai um pouco além do simples album de Black Metal moderno, de modas ou merdas...é um album de musica extrema bastante competente que percorre as mais variadas influencias e que acaba por retratar aquilo que foi/é CC dos ultimos anos sem pedir favores a ninguem.
Notam-se aproximações liturgicas e afastamentos instrumentais ao longo do album e é aqui que reside a alma do album...uma abrangência sonora que por vezes faz tanta falta a muito album e que aqui soa de uma forma tão honesta quanto possivel...esqueçam a copia do "Panzerfaust" que foi o "PaleMoon" esqueçam até mesmo o "Luciferian", porque o que vão ouvir mesmo não sendo perfeito está realmente acima da média...mesmo com aquela especie de rip off de Emperor num dos riffs da "Carrier of Black Holes" ou em momentos demasiados colados a alguns nomes suecos/polacos da atualidade..
Recomenda-se e destaco tambem a prestação vocal do NH que na minha opinião bate tudo o que fez até hoje!!

Premonições - Ails


Ex-musicos de Ludicra!

Celestial Corrosion - Untitled Demo MMXVI


CAVERNOUS INCANTATION // MIASMIC INVOCATION
Interessante demo deste projeto norte americano que parece pegar no Doom nascido na Inglaterra dos anos 90 e envolve-lo com o atual Death cavernoso...o resultado é similiar a ouvir uma musica de My Dying Bride tocada por Grave Miasma...o que por si só já vale uma escuta!

Premonições - Triumvir Foul - Serpentine Seed (Preview track)


"Serpentine Seed" has been made available as a preview track. The full album will be uploaded upon release date.

Time Lurker - EP I & EP II


Mais uma vez a francesa Les Acteurs de l'Ombre Productions a provar que continua a ser uma das editoras no Underground com os ouvidos mais atentos ao que de melhor se faz por ai e a prova-lo novamente aqui está Time Luker.
Este lançamento junta o anterior ep editado no passado ano com material novo e o resultado certamente irá agradar a toda a nova geração de ouvintes de BM atmosferico nascida da fase pos Cascadian onde se mistura uma certa tendencia cosmica com momentos de "agressividade emocional de inspiração hipster" proximos de algumas bandas norte americanas mas que aqui a sonoridade parece ser aplicada de uma forma mais violenta que o habitual originando um registo bem acima da média.
A sonoridade como disse tanto apela a ouvintes de WITTR como aos de Hexis (por exemplo) e mesmo que não seja propriamente nada de original (começa a ser complicado neste campo) tem momentos de pura magia, a "Judgement" merece uma escuta atenta e os dois temas finais são do melhor que poderão encontrar dentro deste estilo atualmente na minha opinião.
Muito sinceramente para quem algumas saudades daquilo que algumas bandas vindas da cordilheira norte do pacifico americano fizeram no passado tem aqui um registo para consumo intenso....vindo de França.

Ophiuchi - Bifurcaria Bifurcata


Sinceramente não sei que raio aconteceu aqui, mas este album é impressionante...one man band (creio) vinda da Africa do Sul que nas suas proprias palavras incorpora influencias vindas de nomes tão distantes entre si como Portal, Blut aus Nord, Tool, ou Yob é certamente algo para se parar e ouvir..e depois de o ter feito algumas vezes nos ultimos tempos realmente este registo é mesmo qualquer coisa de fantastico para qualquer apreciador de musica extrema com toques meios progressivos ou vanguardistas pelo meio.
Com uma produção a fazer lembrar alguns nomes vindos do atual blackned sludge onde o peso e a envolvência se assumem como referencias base são adicionadas linhas de melodia muito proximas daquilo que uns Tool por vezes criam quando entram naqueles devaneios tipicos do Adam Jones/Danny Carey ou de bandas como YONL com o resultado final a atingir uns estranhos niveis de perfeição extrema que não estão claramente no dominio de uma qualquer banda comum.
Ao longo destas quatro faixas onde se exploram muitas coisas somos como que elevados a um novo patamar dentro daquilo que ouvimos e a forma como todas as influencias se unem e colam entre si é completamente insana, mas com um resultado altamente viciante por vezes algo introspectivo mas sem qualquer duvida altamente recomendado.


Ensepulcher - No Sanctity in Death


Ora bem isto vai ser curto e grosso como se pretende:
Poderoso Death Metal de influência sueca no instrumental e finlandês na voz....mas vindo da quente California!
Bastante interessante na minha opinião.


Imindain - The Enemy Of Fetters And The Dweller In The Woods


Imindain banda inglesa de Death/Doom que junta musicos de alguns projetos bastante interessantes como Cruciamentum, Space Witch ou tambem Esoteric (já que o Greg gravou a bateria neste ep), está de regresso com este curto ep onde continua a sua jornada pelos meandros negros da desolação geralmente associada a este tipo de sonoridade.
Como deu para entender a sonoridade base continua a ser aquele poço sem fundo melancolico onde a escuridão se assume como o fio condutor ao longo dos temas criando uma restrospectiva sonora que nos remete para os tempos iniciais da triade Doom inglesa da decada de 90..a juntar a isto acrescenta-se uma interessante versão dos australianos diSEMBOWELMENT que fecha de forma majestosa e agoniante estes pouco mais de trinta minutos..
A edição está prevista para abril atraves da Weird Truth Productions e acreditem que isto vale muito a pena e certamente será um dos registos essenciais para qualquer ouvinte de Death/Doom que procure "um massacre emocional" atraves do som...

Saudade - Diary of Voices


Saudade pode ser uma das palavras portuguesas de tradução mais complicada mas mesmo assim não invalida que por esse mundo fora e em especial na musica seja usada como algo para transmitir toda uma ideia/sentimento "exotico" de perda dificil de explicar..
Um dos mais recentes casos onde a encontrei foi nesta banda vinda de Ontario (Canadá) e se à partida se esperaria uma sonoridade de lamento aquilo que este projeto nascido das cinzas de Dead Mans Will, Aurelia ou Rampacy nos oferece é tudo menos isso...alias o unico sentimento que estes Saudade transmitem é desprezo e por vezes quase odio mesmo com a enganadora intro acustica ou algumas passagens mais suaves pelo meio.
Musicalmente o projeto explora uma sonoridade bastante caotica a fazer lembrar uns Rotting Sky ou Axis Of Light embora não tão violentos onde se massacra de forma cruel qualquer réstia de Black Metal de contornos mais classicos já que adiciona um certo fel vindo do d-beat ou Crust que misturado neste extremismo transforma o album numa corrente de espinhos que destroi tudo á sua volta.
O album é bastante interessante e vale umas escutas pela forma simples e crua como o agora trio (a baixista Rachel entretanto entrou para a banda) explora este sentimento de perda de uma forma que tanto tem de sinistra como de desagradável.
Recomenda-se!


Premonições: Triumvir Foul - Spiritual Bloodshed



June 2, 2017 by Invictus Productions

Track list:

Intro - Asphyxiation
Serpentine Seed
Entranced by Filth
Tyrannical Flesh
Disembowled Pneuma
Vomitous Worship of Rotten Tombs
Spiritual Bloodshed
Vrasubatlatian Rites

Panzerfaust - The Lucifer Principle


Creeping prisoners of heaven and vultures at the void
Will ascend Jacob's ladder, grace the scorched earth.
Serpents and kings, will meet at Axis Mundi
As the exterminating angel
drops the warhead.




Aversio Humanitatis - Longing For The Untold


Atualmente a Espanha tem-se afirmado como sendo um dos paises com um Underground mais vibrante no que á musica extrema diz respeito, basta lembrar por exemplo os nomes de Graveyard, Altarage ou obviamente Teitanblood para se ficar com uma ideia daquilo que hoje em dia se ouve vindo de lá.
E a este lote junta-se agora Aversio Humanitatis banda vinda de Madrid com musicos diretamente ou indiretamente ligados a alguns projetos de Black Metal como Primigenium, Eterna Penumbra, Bloodoline bandas já com alguma historia no que á musica extrema diz respeito.
Dissecando as coisas de uma forma crua, imaginem uns Ascension dos tempos do primeiro ep, misturados com aquele estranho poder de bandas como Sinmara ou Svartidaudi onde se brinca com os tempos e se adiciona aqui e ali algum reverb/ambient para dar aquele toque cavernal que muitas bandas de Death-Metal hoje em dia exploram...a diferença é que ao invés de tudo soar extremamente complexo ou de dificil escuta as linhas vão precisamente no sentido contrario criando uma especie de mundo onde a parte ritmica de um album como o "From Mars To Sirius" (sim desses mesmo!) é degolado por uma qualquer banda de Black Metal liturgica, apesar de parecer estranho ouçam com atenção alguns pormenores do Ep para tirarem as vossas duvidas.
E é neste aspeto que reside o grande motor e o especial interesse porque o resultado que se ouve neste ep e a forma como conduz o ouvinte talvez nos revele que o projeto muito provavelmente se tornará em algo a ter muito em conta num futuro proximo, principalmente pela vitalidade sonora que conseguem imprimir á sua sonoridade onde percorrem varios estilos, misturando varias coisas e transformando as mesmas originando muito provavelmente um dos melhores conjuntos de temas que iremos ouvir nos proximos tempos, mesmo com a curta duração do mesmo.
Recomendadissimo!!

St. Lucifer - Intense Demonic Charge


St Lucifer, lançado em meados deste ano é um obscuro projeto do PK que talvez agrade a quem se tem sentido desiludido com a abordagem artistica que a sua banda principal (Abigor) tem tomado nos ultimos registos.
Mesmo não sendo nada de extraordinário e com uma sonoridade por vezes plastica a nivel de produção deixa algumas boas ideias para que se crie algo interessante num futuro proximo...

Ulg - Windark


Interessante album de BM onde se pega em influências de Hate Forest e mistura toques de Cascadian Black Metal...projeto de um ex-membro de Typhus e For Forests (procurem estes se gostam de gostam de BM com influencias da segunda vaga nordica) e que se tornou numa das coisas mais ouvidas por estes lados nas ultimas semanas.

Lvx Hæresis - Descensŭs Spīrĭtŭs


"Atypical, hypnotic, spiritual and virulent, the Black Metal of Lvx Hӕresis delivers a liturgical and transcendental music, inspired by bands such as Ondskapt, Mortus... The clan was able to give to its music a personality of its own, thus avoiding becoming another ersatz of the present orthodoxe scene.
The seven verses which compose this new effort will be enough to convert you and transform you into a devotee of the helvetic clan."

Ars Magna Umbrae - Through Lunar Gateways


For Her Darkness......

Funeral Chant - Funeral Chant (demo)


"From the ashes of a putrid sacrifice
Upon the wings of the firebird
Erupting from seas of burning blood
The cacophonous chants of Total Death"

Premonições: Bathsheba - Servus


Nova banda da ex-vocalista dos belgas Serpentcult, este é o primeiro avanço para o album de Bathsheba a editar em breve pela Svart Records.
Musicalmente é um hibrido com bastante peso que deambula pelo meio de algumas referencias que vão de Royal Thunder, The Devil´s Blood, Salome isto só para se ter uma ideia daquilo que é esta especie de Occult Doom..

Premonições: Morast - Ancestral Void

"March marks the release of our
forthcoming debut album 'ANCESTRAL VOID'.
This piece of pure blackness will again be unleashed through
the blessed hands of Totenmusik (CD/LP/MC) in conspiracy with Van Records.

Recorded & mixed by our longtime friend Laurent Teubl (Chaple of Disease)
and mastered by Brad Boatright at AUDIOSIEGE.

'The seasons wither and the crescent
observes us with hungry eyes'"

Premonições: L'Acephale - Mortem


We enter the valley of death and hurl curses at the gods of our masters and overlords.

Ignis Gehenna - Baleful Scarlet Star


Excelente registo deste duo australiano, um misto de intensidade e envolvência a fazer lembrar algo no meio de Ascension e uns Watain dos tempos do Casus Luciferi.
O resultado é muitissimo interessante...

Premonições: Consummation - The Weightless Grip of Fire

"INVICTUS PRODUCTIONS is proud to present CONSUMMATION's debut EP, Ritual Severance. CONSUMMATION are an Australian black/death metal band based in Brisbane and who also share members with Impetuous Ritual. In 2012, they released a self-titled debut demo, which showed a startlingly accomplished aesthetic for an otherwise brand-new band. Patiently lying in wait, perfecting their craft in the shadows, CONSUMMATION are now prepared to make a grand, garish strike with Ritual Severance.

Encompassing two tracks in 21 minutes, Ritual Severance is a gibbering maw of intensity and tension. The songwriting's serpentine and slipstreaming, the execution's crazed and commanding, the recording's raw yet rounded: CONSUMMATION take viscous bestiality and give it leathery dragon-wings of atmosphere. And yet, for all the lurking menace across Ritual Severance, there's a striking amount of nuance in kind, the quintet keenly knowing when to scale back the attack and let the sinister energies simmer. As such, these two tracks feel more focused and shorter than their fairly epic lengths; not surprisingly, their respective titles - "The Weightless Grip of Fire" and "Blighted Ovum" - vividly illustrate the music's central contents.

Damned, disgusting, and dragged through both space and swarm: the Ritual Severance commences with CONSUMMATION!"

Sanguine Eagle - Individuation


"Sanguine Eagle is devotional music, exalting an unfolding magickal current that its members refer to as storm mysticism. The practitioner becomes a personification of the storm itself as he experiences the long and painful process of becoming severed from the dream or banal realities. Embodying its rapturous ability to devastate as well as bring remarkable resurgences of life, the storm is a perfect exemplification of the mercurial power that can be harnessed from knowledge of nature’s mysteries, wielded of course by one who knows, wills, dares and keeps silent. Knowledge of this frightening totality is so volatile it presents as much risk and danger as it does progress. While led through these vestigial mysteries, existence will persist as a subservient entity and all of perception becomes his temple. As the spirit goes through this harrowing castigation, one finally gazes upon the fruits of strength contained at the zenith-heart of the storm."