Weapon -From The Devil's Tomb


Confesso que quando ouvi pela primeira vez o "Drakonian Paradigm" não fiquei lá muito impressionado, mesmo sendo um bom album não conseguiu ter em mim aquele efeito que geralmente consigo apanhar ás primeiras escutas..talvez por achar a coisa demasiado grega.
Mas apesar disso sei lhe dar o valor dentro do atual movimento quer pelo peso liturgico quer pelos nomes associados a banda...
Tudo isto muda com a edição do novo "From The Devil's Tomb" que supera e muito aquilo que a banda criou no anterior album e em todos os aspetos.
Primeiro ponto e o mais acessivel para quem os conhece, a notavel e inspirada formula aqui usada que percorre todo o vasto reino extremo desde o passado até ao presente sem que com isto se tornem numa copia manhosa de algo..
È certo que as influencias aqui até são obvias e nem se precisa ser muito inteligente para se sentir que o material de Dissection continua a ser uma fonte magica para muitos musicos e bandas, o que poderá parecer "bizarro" é que aqui Weapon não vai só buscar coisas do passado á banda Jon, e corajosamente consegue apanhar aquele sentido melodico presente no mal amado Reinkaos.
Alias basta ouvir com atenção os solos usados aqui pelo
Vetis e pelo Apostle VIII para se chegar a conclusão que o Metal da Morte da vertente Anti-Cosmica usado pelos suecos continua a deambular pela mente de muita gente...
Mas se a parte melodica é um ponto tão forte e abrasivo o lado mais extremo do Metal tambem não perde influencia, mesmo soando e tocado na grande maioria dos temas numa prespetiva Retro consegue ter um forte componente mistico que gradualmente nos vai elevando até outros tempos diabolicos, sendo que aqui se entra novamente no lado grego de uns Rotting Christ dos tempos do Non Serviam ou do Thy Mighty Contract, sobretudo pelas semelhanças na voz e pela aura que a musica transmite.
Estes fatores todos dissolvidos dão origem a uns novos Weapon, mais libertos é certo, mas ao mesmo tempo mais pragmaticos e intelectualmente brilhantes..
Uma musica como a instrumental "LEFTHANDPATHYOGA" poderá bem ser uma das coisas mais belas que encontrarão este ano dentro de um album de musica extrema, os arranjos colocados numa espantosa "The Inner Wolf", mesmo com um inicio que quase lembra os miticos nomes do Thrash-Metal antigo, consegue bater qualquer parte sinfonica usada por certas bandas do atual movimento e nem precisam de orquestrações todos giras ou coisas do genero...basta terem o feeling para as criar.
A isto junta-se o sentido deliciosamente arcaico e profano em que se centram por vezes e que dão origem a deliciosos momentos de METAL como aqueles que sentem numa "Vested in Surplice, and Violet Stole" na final "Towards The Uncreated"..soado perfeitos!
Um album verdadeiramente imperdivel para qualquer personagem que se diga fan de Metal.
Do lado mais extremo acho que acaba por ser quase impossivel não sentir uma estranha sensação de poder depois de ouvir este album, nem que seja uma vez, nem que sejam duas vezes ou seiscentas e sessenta e seis vezes, aquilo que este "From The Devil's Tomb " transmite é algo que se obtem entre a mistura da excelência, a magia e a musica extrema, dando a origem a um daqueles albuns que certamente serão considerados dentro de pouco tempo como um classico dos tempos modernos...arriscaria mesmo a dizer que é talvez o melhor album de "Trve" Metal que ouvi este ano!
Obrigatorio, essencial, recomendado e tudo mais...ouçam, comprem ou façam o que vos der na real gana, mas escutem este manifesto de caos, vazio e escuridão saido da sepultura do Diabo!
http://www.mediafire.com/?2sl7b0yfwrkz5u1

1 comentário:

Mandrake disse...

Estou a ouvi-lo agora... excelente!