Twilight-Monument To Time End


E pronto aqui está ele.
Este album de Twilight para mim é algo muito especial,primeiro porque gosto muito do primeiro e segundo porque junta numa só banda alguns do mais inspirados musicos vindos do Metal Extremo norte americano.
Numa breve introdução, esta banda surge no meio da decada passada e tal como agora tinha como elementos alguns nomes da cada vez mais emergente vaga de USBM sendo que quase todas as boas bandas desse universo tinham aqui um representante desde Leviathan,Krieg,Nachtmystium,Draugar e acabando em Xasthur.
Ora com isto tudo era natural que a banda fosse vista como algo interessante ou então não.
Esse album homonimo tinha algo que continua a ser fascinante mesmo com o sentimento algo "tosco" bem presente e a sonoridade bem crua conseguiu pelo menos por aqui criar um certo "culto" pessoal e que bem vistas as coisas acabou por ter o mesmo impacto noutros fans do estilo.
O projeto morreu com o tempo ou não fossem as bandas americanas demasiado carismaticas e impessoais, mas com o passar dos anos o crepusculo voltou a libertar uns raios de luz.
Com a saida do Malefic de Xasthur e do Hildolf de Draugar os elementos originais, neste caso o Blake ou Azentrious, o Wrest e o Imperial resolvem renovar a banda e fazer um update sonoro á sonoridade tosca e crua ouvida no primeiro album.
Juntamente com o Aaron de Isis, o Parker de Minsk e Stavros de The Atlas Moth, o trio inicial encontrou os elementos perfeitos para mais uma viagem de exploração apocalitica.
Quem conhece minimamente a obra destes três musicos sabe que isto seria mais que suficiente para deixar qualquer fan de musica extrema a salivar e mesmo que não se identiquem com este lado mais actual os ultimos albuns de Leviathan e Nachtmystium falam por si.
Juntando tudo isto o que se obtem?
Bem um album daqueles que nos deixa de joelhos ao fim de 2 ou 3 escutas.
Se por um lado se nota algumas influencias de Nachtmystium completamente aceitaveis diga-se a banda tem aqui momentos verdadeiramente arrepiantes que tanto vão beber a Leviathan como a Isis ou ao lado mais imperial da Dark-Wave conseguindo mistura-las e dissolve-las numa toada carregada de ambiente desolador, explosivo e apocaliptico este vindo mais do lado do Sludge-Post-Doom fodido que de melhor se ouve actualmente.
Primeiro exemplo a "Red Fields" é talvez um dos mehores temas jamais criados dentro deste genero (quando a musica explode depois daquela batida insana arrepio-me todo) consegue misturar o universo de Leviathan|LoC e Isis (ou noutro caso o som mais The Atlas Moth do Stavros) de uma maneira que acaba por definir aquilo que Twilight actualmente pode criar, enquanto noutros se assiste a um upgrade brutal do som do primeiro album confiram a "Convulsions in Wells of Fever" ou a excelente "8000 Years", por exemplo.
O lado mais digamos "BlackSludgeStoner" que a banda anunciou tem realmente aqui algum espaço ou não fossem todos os elementos "vidrados" no lado mais fumarento da musica extrema é quase todos eles de uma forma mais ou menos explicita costumam jogar com ele desde March Into The Sea,Lurker of Chalice os actuais Nachtmystium já para não falar em Isis ou Minsk estes mais evidentes e aqui estes universos fundem-se em grandeza com a sonoridade "i open my arms to the end of the world".
Com vocalizações divididas principalmente entre o Imperial,o Blake e por vezes na linguagem extremamente explosiva do senhor Jeff Whitehead os temas aqui são completamente sugados pela maquinaria do Parker e onde o Aaron dá um toque de diferença dando origem a uma hora de visões e quedas abismais para dentro de um enorme buraco negro.
Isto é assustador,negro e violento mentalmente de uma forma que nem mesmo eu estava a espera, secalhar nem eu nem ninguem é que este album é extremamente bem feito em todos os aspectos.
Aqui não se brinca com o som é o som que brinca connosco, nos sorri na cara, nos desmancha e que nos arranca cada pedaço de alma que temos cá dentro.
Bruto em envolvencia, sufocante no ambiente criado, carregado de visões apocalipticas onde o lado mais declamatorio dos vocalistas é usado como um martelo de Deus que nos esmaga e deixa um rasto de cor vermelha e amarela com um intenso cheiro a polvora e enxofre á sua passagem, neste aspecto a "Decaying Observer" parece anunciar o fim dos tempos e os acordes acusticos iniciais da "The Catastrophe Exhibition" apenas dão o toque final e nos lembra que isto é mais que um simples album de musica isto é energia bem negativa, mas ao mesmo tempo tão libertadora que nos explode nas mãos.
Curiosamente a primeira faixa cria em mim uma estranha sensação sonora, já que me faz lembrar os velhinhos Hades (agora Hades Almighty) não tanto na estrutura inicial da musica mas ao nivel do refrão e na voz usada aqui aliás parece mesmo uma especie de "Unholy Congregation" com elementos mais 70´s misturada com cenas mais actuais do lado do BM mais visionario e um tema que bem poderia ter sido criado por uns Wolves In The Throne Room.
Quando comecei a ouvir isto pensei para mim "fuck isto lembra Hades misturado com WITTR!!" e isso não é mau porque eu gosto bastante deles, alias considero mesmo esta musica uma das mais brilhantes no album.
Mas foi só aqui que notei as tais influencias exteriores aos musicos, já que os restantes temas são mesmo criados numa tonalidade USBM|Neuro-Metal das suas bandas principais e do melhor que se pode pedir actualmente dentro deste estilo.
Estas seis criaturas conseguiram criam um filha da puta de um album onde cada um trouxe consigo uma bolsa com produtos alucinogenicos dos seus projetos principais e aqui nada mais fazem que mistura-los para criar este album verdadeiramente fenomenal.
Para quem continua com duvidas acerca do USBM e da sua derivação sonora e criativa ao longo dos ultimos anos, pois bem o regresso de Twilight acaba com as duvidas e deixa a concorrencia para trás é que isto é mesmo fantastico e brilhante e ainda tem o bonus de vos dar um estalo na cara para acordarem.
Isto abriu o apetite para o novo de Nachtmystium, mas vai ser muito dificil alguma banda ultrapassar o poder que isto emana este ano...muito dificil mesmo.
Essencial!
http://www.mediafire.com/?tljyjydwkj2

4 comentários:

::Andre:: disse...

Estou a começar a ouvi-lo, a expectativa é grande.

::ZyK:: disse...

Album daqueles!!

Hugo disse...

Foda-se, mas que álbum. So far, está no primeiro lugar. GRANDE

::ZyK:: disse...

Estes gajos estão muito lá...cresce a cada audição!